Sigo Esporte

Assine
sigo esporte

Diego Hypolito, atleta Sigo Esporte e Embaixador do COB para o Cartão Time Brasil, acredita que o esporte brasileiro deve ser um meio de inclusão social que permite oportunidade para todos.
O esporte é isso: todos participam, torcem e acreditam em seus atletas e esportistas favoritos. Para que sonhos sejam realizados e para que o esporte brasileiro cresça, precisamos de você do nosso lado. A sua torcida é o que nos move às alturas.
Diego Hypolito é Medalhista Olímpico Bicampeão Mundial em ginástica artística e embaixador Sigo Esporte.

Quero apoiar

Chloé Calmon nossa atleta Sigo Esporte e divulgadora do Cartão Time Brasil, assim como nós, acredita que o esporte brasileiro precisa de apoio e também ajuda os milhares de atletas e esportistas do nosso país. Esta força vem de você e, por isso, seu apoio é fundamental para que a Chloé Calmon e outros milhares de atletas se desenvolvam cada dia mais. A causa do esporte une a todos. Venha com a gente!

Chloé Calmon é Líder no Ranking Mundial da WSL e Campeã Mundial em Longboard.

Quero apoiar

Poliana Okimoto, nossa atleta Sigo Esporte, entende que o esporte brasileiro é muito mais que um jogo: é a integração social que dá oportunidades para todos. Esta grande inclusão acontece por causa de você e, por isso, o seu apoio é fundamental para que milhares de atletas cresçam nessa causa do esporte brasileiro. Faça a diferença com a gente!

Poliana Okimoto é uma maratonista aquática brasileira. Nos Jogos Olímpicos Rio 2016, ela se tornou a primeira nadadora brasileira a conquistar medalha olímpica na natação.

Quero apoiar

Leandro Guilheiro, nosso atleta Sigo Esporte e divulgador do Cartão Time Brasil, quer que o esporte brasileiro seja o maior e melhor do mundo. Ele sonha para que atletas consigam subir e se desenvolver a cada dia mais, e isso está se realizando com a Sigo Esporte. Entretanto, o seu apoio é o principal meio para que este sonho se realize. A sua torcida é o que nos move.

Leandro Marques Guilheiro é judoca e medalhista olímpico.

Quero apoiar

Priscilla Stevaux, atleta Sigo Esporte e divulgadora do Cartão Time Brasil, acredita que o nosso esporte pode ser um meio de inclusão social, para que milhares atletas alcancem o tão aclamado sonho olímpico. Estes atletas precisam do seu apoio para conseguir subir ao palanque mais alto do esporte brasileiro. Venha com a gente e entre para o time!

Priscilla Andreia Stevaux Carnaval é uma ciclista de BMX brasileira e atleta olímpica.

Quero apoiar

A nossa atleta Sigo Esporte e divulgadora do Cartão Time Brasil Rosamaria, assim como nós, acredita que o esporte brasileiro pode ser maior e melhor, que permita oportunidade para todos. Para que isso aconteça, o seu apoio é a principal força para que milhares de atletas brasileiros consigam crescer a cada dia mais. Entre para o time! Vista a camisa Sigo Esporte.

Rosamaria Montibeller é jogadora e Campeã Mundial de Vôlei.

Quero apoiar

Daniele Hypolito também está entre os atletas Sigo Esporte. Assim como seu irmão, ela acredita que o esporte tem o poder de transformar vidas e, por isso, deve ser um meio de inclusão e de oportunidades.
Para ser um agente transformador, o esporte precisa de incentivo para alcançar todos aqueles que fazem dele a sua missão. É aí que você entra: fazendo parte de uma torcida que acredita e que vibra pelos atletas do nosso país.
Daniele Hypolito é Medalhista Olímpica em ginástica artística e atleta Sigo Esporte.

Quero apoiar

Fabiana dos Santos Moraes, barreirista olímpica e representou o Brasil nos Jogos Olímpicos de Verão de 2016 na prova de 100 metros com barreiras feminino do atletismo. Em 2015 já havia participado do Campeonato Mundial de Atletismo de Pequim como convidada. Competiu também no Mundial em pista coberta de 2016, terminando a competição em 14º lugar. Meses depois, alcançou o índice olímpico no Campeonato Ibero-americano, evento no qual conquistou a medalha de ouro.

Quero apoiar

Iniciou no voleibol em sua cidade natal Santa Barbara d'Oeste - SP. Desenvolveu todo seu potencial nas categorias de base do E.C Pinheiros. Como profissional defendeu São Bernardo Vôlei e Sesi/ São Paulo. Atualmente é atleta do Taubaté Vôlei e atual Campeão da Superliga do Brasil. Campeão sulamericano infantil, infanto juvenil, juvenil e Sub 22. Campeão Olímipco na Olimpíada do Rio 2016. Vice Campeão Mundial de Vôlei em 2018 eleito o melhor ponteiro do Campeonato Mundial. Em 2018 recebeu o Prêmio Brasil Olímpico sendo eleito o melhor atleta de voleibol do Brasil. Douglas Souza é Campeão Olímpico RIO 2016 e Melhor Atleta de Voleibol do Brasil em 2018

Quero apoiar

Nadador, nascido em 21 de janeiro de 1986, em Vitoria-ES que representou o Brasil nos Jogos Olímpicos de 2016 no Rio de Janeiro, nadou os 100 metros peito com 59s31, chegando em quinto lugar na final. Também terminou em 6º no revezamento 4 × 100 m medley do Brasil. Nos Jogos Pan-Americanos de 2019, realizados em Lima, Peru, estréia de forma eficiente, ganhando o ouro nos 100m peito, derrotando a medalhista olímpico Cody Miller e o vice-campeão mundial de 2017, Kevin Cordes.
Também ganhou medalha de ouro no revezamento 4 × 100 metros medley misto e medalha de prata no revezamento 4 × 100 metros medley

Quero apoiar

Jogador de polo aquático, nascido em Bauru-SP, em 25 de julho de 1986), integrante da Seleção Brasileira de Polo Aquático Masculina. Disputou o Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de 2009 em Roma (Itália), Copa UANA 2011 em Victória (Canadá), Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de 2011 em Xangai (China), Jogos Panamericanos de 2011 em Guadalajara (México), Pan Pacífico de 2012 em Melbourne (Austrália), Campeonato Sulamericano de Esportes Aquáticos de 2012 em Belém (Brasil), World League 2012 na Califórnia (EUA), Pré Olímpico 2012 em Edmonton (Canadá), Super Final World League 2012 em Almaty (Cazaquistão), Copa UANA 2013 em Calgary (Canada), World League 2013 na Califórnia (EUA), Super Final World League 2013 em Cheliabinski (Rússia), World League 2014 em Shangai (China), Super Final World League 2014 em Dubai (E.A.U), World League 2015 na Califórnia (EUA), Super Final World League 2016 em Shangai (China), Jogos Olímpicos 2016 no Rio de Janeiro (Brasil), Copa UANA 2019 em São Paulo (Brasil).

Quero apoiar

Atleta de Taekwondo, paulistana de 22 anos, duas vezes campeã do Grand Slan (seletiva Nacional ), medalha de prata no Sul-americano de Lima, duas participações em Campeonatos Mundiais, Campeã brasileira, Tricampeã da Copa do Brasil, atual titular da Seleção brasileira 2019 entre outros.

Quero apoiar

Nadador, nascido em Canoas-RS, em 6 de abril de 1998. No Campeonato Pan-Pacífico de Natação de 2018 em Tóquio, Japão, fez sua primeira grande participação em um torneio internacional, terminando em 4º lugar nos 200 metros livres, 4º no revezamento 4 × 200 metros livre] e 6º nos 400 metros livres.
No Campeonato Mundial de Piscina Curta de 2018 em Hangzhou, China, conquistou medalha de ouro no revezamento 4 × 200 metros livres, batendo o recorde mundial, com um tempo de 6m46s81. No Campeonato Mundial de Esportes Aquáticos de 2019, em Gwangju, na Coréia do Sul, a equipe brasileira do 4 × 200 metros livres, terminou em 7º, sendo a primeira vez que o revezamento 4x200m livres do Brasil se classificou para uma final do Campeonato Mundial, e o resultado qualificou o Brasil para os Jogos Olímpicos de Tóquio 2020.
Nos Jogos Pan-Americanos de 2019, realizados em Lima, Peru, conquistou duas medalhas de ouro nos 200 m livres, quebrando o recorde dos Jogos Pan-Americanos no revezamento. Também ganhou a medalha de prata nos 400 m livres.

Quero apoiar

Jogador de voleibol, atuando como ponteiro, defendeu a camisa da Seleção Brasileira nas categorias do sub-19, sub-21 e sub-23. Tem passagens pelos times Maringá-PR e Sesi São Paulo. Conquistou o terceiro lugar na Super League e o vice-campeonato da Copa do Brasil.

Quero apoiar

Lutador de Judo, nascido em São Paulo, em 16 de abril de 1979. Representou o Brasil nos Jogos Olímpicos de Sydney em 2000, onde acabou em setimo lugar, e nos Jogos Olímpicos de Atenas em 2004 onde acabou em sétimo lugar. Conquistou medalha de ouro nos Jogos Pan-americanos de 2003 em Santo Domingo e prata nos jogos Pan de Winnipeg em 1999. 18 anos de seleção brasileira.

Quero apoiar

Jogadora de futsal, nascida em Fortaleza, em 5 de setembro de 1994, mais conhecida como Amandinha, foi escolhida como a melhor jogadora de futsal do mundo por cinco anos consecutivos, em 2014, 2015, 2016, 2017 e 2018, sendo a jogadora com mais prêmios. Seu time atual é o Leoas da Serra, que disputa da Primeira Divisão de futsal feminino do Brasil.

Quero apoiar

Jogadora de handebol, com a seleção, foi campeã do Mundial de 2013 e eleita melhor jogadora do torneio. Também foi eleita a melhor jogadora do mundo de 2014 em votação realizada através no site da Federação Internacional de Handebol. Duda tornou-se a primeira brasileira a conquistar o título da Liga dos Campeões da Europa jogando pelo Győri da Hungria, em 2013, sagrando-se bicampeã no ano seguinte.

Quero apoiar

Judoca que conquisto diversos títulos nacionais e internacionais. Suas principais vitórias foram as medalhas de ouro no Grand Slam do Rio de Janeiro, em 2012, de bronze no Grand Slam do Azerbaijão, em 2013, e de prata no Grand Slam da Sibéria-Rússia, em 2014. Em 2011, disputou o University, uma olimpíada universitária, na China, e obteve a medalha de bronze. Conquistou o ouro da categoria leve (73kg) no Aberto Pan-Americano de Santiago, no Chile, vencendo três lutas por ippon. Em 2018, conquistou o Open de Buenos Aires, a medalha de prata no Grand Prix Nacional por equipes mistas e dois terceiros lugares: no Grand Prix de Cancún e no Mundial Militar. No mesmo ano, disputou o quinto Mundial de sua carreira.

Quero apoiar